Saltar o menu
Citologia do colo do útero

Citologia do colo do útero

Detetar o cancro deste órgão feminino pode depender deste exame

Se é mulher, com certeza já terá ouvido falar deste exame. Muitas vezes envolta em medos e ideias-feitas, a citologia ocupa um lugar central no rastreio do cancro do colo do útero, além de permitir obter informações relativamente a infeções vaginais.

Pode ser útil em casos de infertilidade ou de menopausa, fornecendo dados acerca da impregnação hormonal. Trata-se de um exame de rastreio impor­tantíssimo, já que permite detetar alterações celulares no colo do útero antes que surjam manifestações clínicas de doença.

Quem precisa de fazer este exame?

De acordo com a ginecolo­gista Fernanda Águas, da Sociedade Portuguesa de Ginecologia, «recomenda-se que a primeira citologia seja feita em mulheres com mais de 25 anos de idade que já tenham tido relações sexuais, ou três anos depois da primeira relação sexual, no caso das mulheres mais jovens. Depois, deve ser repetida com intervalos regulares de três anos, salvo indica­ções especiais e de acordo com a orientação do médico».

Em que consiste?

Este exame, também apelidado de citodiagnóstico, permite estudar as células do colo do útero quanto à sua morfologia, estrutura e funções. «No consultório, com a mulher em posição ginecológica (deitada de barriga para cima com as coxas afastadas e as pernas fletidas), o médico colhe uma amostra de células da superfície externa do colo do útero (o exocolo) e do canal endocer­vical, com um instrumento específico (espátula ou escova)», explica Fernanda Águas.

As células colhidas podem, de seguida, ser espalhadas numa lâmina de vidro e fixadas ou então colocadas num frasco, em meio líquido. Depois, no laboratório, o patologista observa-as ao microscópio e elabora o relatório.

Veja na página seguinte: Cuidados de preparação, dor e resultados deste exame

ABC da Saúde

Clique nas letras para ver a lista de tópicos por ordem alfabética

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
  • F
  • G
  • H
  • I
  • J
  • K
  • L
  • M
  • N
  • O
  • P
  • Q
  • R
  • S
  • T
  • U
  • V
  • W
  • X
  • Y
  • Z

Enviar artigo por E-mail

A sua mensagem foi correctamente enviada

Ocorreram erros, verifique os campos a vermelho

Faltam 500 caracteres

Comentários


Artigos relacionados

publicidade
publicidade

Subscreva a nossa Newsletter

Subscreva a nossa newsletter

Vídeos

Rastreio do Cancro da Mama: E se desse positivo?

ver mais vídeos

Linfoma não-Hodgkin (LNH)

O que é e como se trata

Bastonário garante médico de familia para todos os portugueses dentro de três anos

Todos os anos entram mais 400 jovens na especialidade de medicina geral e familiar

ver todos os artigos

Doenças

Veja o índice alfabético